Gosto tanto...


Estamos prestes a entrar numa das minhas alturas preferidas do ano. A época pré-natal.

As decorações, ainda tímidas, lá vão aparecendo, o frio começa a sentir-se e o fumo e cheiro das castanhas assadas encontra-se em casa esquina da cidade.
E todos os anos, sem excepção, penso para com os meus botões “É este ano que vou comer castanhas até rebentar”. E claro, acabo por nunca o fazer. O que é triste, muito triste… mas adiante.

Hoje em dia tanto se fala no grau de consumismo que nos afecta a todos, levando-nos a relegar para segundo plano o que realmente importa. Especialmente numa época festiva que deveria ser de reflexão espiritual acima que qualquer outra coisa. Mas será mesmo assim?
Eu culpada me confesso. Acabo por comprar demasiados presentes e gastar dinheiro em decorações e outros que tais que acabam por ser não mais que coisas supérfluas.

Já tentei não ser assim. Infelizmente (ou felizmente) não consigo. 

É que eu sou daquelas pessoas que acreditam naquela máxima (e velho cliché) de que não deve ser apenas numa altura como o Natal, que devemos ser pessoas melhores e mais preocupadas com o próximo e com os que nos rodeiam. Essa parte eu não guardo para o Natal. Essa parte – e isto sim é muito mais complicado do que evitar cair na tentação dos gastos supérfluos com presentes – é algo que me acompanha no dia a dia, hora a hora, segundo a segundo. Mesmo que nem sempre o consigo como deveria.

Por isso, na fase da época natalícia eu entrego-me. Volto a ser criança, vivo a emoção e espírito das festividades de forma apaixonada sem culpas nem remorsos. 

E gosto tanto desta altura do ano...

17 Diabruras:

Vera, a Loira disse...

Esta altura do ano é mesmo fantástica, eu também já pensei em gastar menos mas não consigo, é mais forte que eu.

Martini Bianco disse...

Ora aqui temos uma grande diferença de pensamento. Eu já tenho esse dia (de natal) confirmado para ir trabalhar. Pelo 4º ano consecutivo, que me lembro. Acho bonito que exaltes o quanto gostas dessa quadra e na capacidade dela de transformar as pessoas de forma positiva. Da minha parte e especialmente nos dias que antecedem esse dia mágico só vejo gente sôfrega nos centros comerciais e nos supermercados a consumir patéticamente em alguns casos, como se o mundo fosse acabar a 26. São essa pessoas que costumam dizer que o natal deveria ser todos os dias, mas agem da maneira a que este dia só dure o 25.

PS: valha o cheiro a castanhas assadas :)

Masquediabo disse...

Não partilho o mesmo gosto pelo Natal.
Não faço árvore de Natal.
Não posso com musica de Natal, não posso ligar a televisão nessa época...
Prendas? Sim muitas, mas só para as crianças, gosto de as ver felizes, em família, mas todo o ano.

Louise disse...

Vera, a Loira
Claro que tem de haver bom senso... muitas pessoas perdem-no nesta época. Fora isso, porque não? Faz-me feliz ver as pessoas de quem gosto abrirem presentes...

Martini Bianco,
Parece-me a mim que desenvolveste um preconceito e dos grandes. Já não vês as pessoas, só e apenas o a imagem de que são "gente sôfrega".
Julgo que muita gente partilha do mesmo preconceito que tu - e sim, independentemente do que possam afirmar é um preconceito. E depois acabam por criticar as pessoas que estão num centro comercial a fazer compras... quandos elas próprias também lá estão. Porque no fundo no fundo, são todos uns consumistas e "sôfregos" menos nós ;)
Não é uma critica, mas julgo que se gerou o hábito de olhar com maus olhos para esta questão sem na verdade se "ver" o que lá está - no fundo são apenas pessoas como nós: com familias, com netos, filhos, namorados(as), etc.

Masquediabo,
Por vezes existem outras razões para se detestar o Natal. E eu compreendo isso perfeitamente. E julgo mesmo que em certos casos pode ser uma altura verdadeiramente penosa. Mas que não o seja apenas por preconceito.
Felizmente até à data tive a felicidade e sorte de não ter tido ainda nenhuma situação que me fizesse ver o Natal de outra forma.

Caia disse...

Já gostei mais do Natal... desde que tenho uma loja e é sempre um stress nesta altura, só quero é que passe para ter o merecido descanso!

Queen of Hearts disse...

Eu também adoro esta época do ano :) mas ando tão desencantada com tanta "porcaria" que se tem passado na nossa vida (enquanto país) neste momento... Espero que o Natal consiga abafar esse desencanto.

Tulipa Negra disse...

Eu concordo contigo, é uma época linda. Adoro as decorações de Natal, as iluminações, uma árvore de Natal gigante (a maior que couber dentro de casa), muitos embrulhos mesmo que o que têm lá dentro seja monetariamente insignificante...
Mas acho que se está a cair no exagero (ou já se caiu há muito tempo, nem sei). Convenhamos que estamos a meio de Outubro, mais ou menos, e já vi decorações de Natal à venda, numa loja que dedica sempre uma grande parte do seu espaço ao Natal. Qualquer dia, começam a vender estas coisas em Agosto!
Beijinhos

Martini Bianco disse...

Louise, desculpa a forma como falei de algumas pessoas e comportamentos relativamente a essa quadra, infelizmente cometo alguns excessos verbais que são intrepretados de formas diversas por quem os lê, no entanto também não considero que seja um preconceito até porque já gostei do Natal.

Louise disse...

Martini,
Eu percebi o que querias dizer e não interpretei mal as tuas palavras. Digamos que isso serviu apenas para demonstrar que existe hoje em dia um preconceito.
E os preconceitos não nascem connosco... tal como esse não nasceu contigo. Mas isso não quer dizer que não o tenhas agora ;)

Roxanne disse...

por acaso tb gosto do clima pré-natal! :)

EU SOU EU disse...

eu por acaso..não sou apologista do Natal...nem do pré natal...aliás desta altura..gosto apenas do tempo...sou fã do frio (q.b)...sou fã das brincadeiras na neve... não sou um consumista por natureza...e compro apenas o indispensavel... em prendas...em decorações...

Sofia disse...

Eu tb agoro o Natal, mas este ano vou controlar-me ( principalmente em relação aos meus petizes:)
Bj

Nokas disse...

Eu também adoro o Natal...E estamos a precisar de uma lufada de ar fresco, pode ser que o Natal nos proporcione isso :)

Kika disse...

AAAAiiii o Natal :) Já ando a pensar e a falar nisso há semanas :)

Rafeiro Perfumado disse...

Eu gosto de me sentir criança o ano todo, e não mudo muito a minha forma de estar nesta época. Gosto das decorações, da azáfama das prendas mas não entro na mesma. Inclusive já troquei a prenda de Natal com a minha jove, há um mês, pois era importante no dia em que o fizemos.

Beijocas!

Anónimo disse...

Bom dia! É a minha altura preferida do ano... as canções, os presentes, as ruas iluminadas!!!Gina

Patife disse...

ÉÉ uma época de faz-de-conta. Tem essa magia. E épocas de faz-de-conta são sempre necessárias. ;)

Enviar um comentário

Agradeço desde já tudo* aquilo que o diabo dentro de ti possa ter para dizer...

*excepto tudo aquilo que o diabo dentro de mim não concordar

Related Posts with Thumbnails