Anonymous

Ter um blog é um desafio constante e contínuo. Por muito que tentemos manter-nos anónimos, é complicado resistirmos à tentação de não partilharmos um pouco da nossa vida pessoal, mesmo que esse pouco não passe de pequenos detalhes sem demasiada importância.

E em menos de nada, é como se na realidade estivéssemos a escrever para apenas nós próprios. Porque afinal de contas do lado de lá não existem pessoas reais, não existem conhecidos ou pessoas que nos julguem. E as que o fazem… bom, vão directamente para pasta de lixo e não pensamos nisso mais do que um dia seguido.
O problema é que, rapidamente podemos esquecer-nos de que ao revelarmos detalhes nossos estamos, na verdade, a expor-nos a todo um conjunto de possibilidades que nem sequer começamos a imaginar. E nem queremos.
As pessoas não reais, afinal são o mais real possível e muitas vezes pessoas que nos conhecem. Os nossos segredos, intimidade ou o próprio espelho da nossa alma passa, assim, a estar acessível a quem não quereríamos que estivesse.

E é por isso que, mais cedo ou mais tarde, concluímos que, por mais difícil e desafiante que seja, é importante mantermos os nossos segredos e o nosso mistério. Porque ninguém quer ser uma janela transparente dado que isso nos tornaria mais vulneráveis e fracos.

E é por isso que vou resistindo…

6 Diabruras:

A Minha Essência disse...

Este post é um espelho de muitos de nós! Aqueles que efectivamente têm essa constante sensação! :)

Rita G. disse...

Compreendo o que queres dizer, mas tb julgo que mostrares a cara, por exemplo, não significa que estejas a expor a tua intimidade. Eu escolho não mostrar a minha filha, nem contar pormenores da minha vida, mas mostro fotos minhas de vez em quando. Se alguém conhecido me ver não tenho problemas nenhuns porque nunca ofendi ninguém no blogue, nunca contei nada que tivesse de esconder de alguém. Não há nada no meu blogue que as pessoas que conheço não possam ver, quer sejam amigos, colegas ou familiares. bj!:)

Louise disse...

Rita,
Tens toda a razão e eu concordo plenamente contigo. Mostrar a cara não nos expôe... ou estaríamos constantemente expostos nas ruas, não é verdade.
Mas todos nós gostamos de guardar certas coisas para determinados grupos de pessoas - sejam amigos, colegas de trabalho, etc. E são essas pequenas coisas que temos de ter atenção quando as colocamos num blog. É que algo que pode ser perfeitamente normal e inocente para o grupo de amigos, pode não o ser para o grupo de colegas e vice-versa. E a grande questão é que, o que colocamos lá... está lá para toda a gente.
E nem sequer digo que não há pessoas que gostam e querem ser completamente transparentes... eu simplesmente não o quero ser.

Queen of Hearts disse...

Esta é uma questão bem complicada de gerir. A sobreexposição dá-me medo. Mas, por outro lado, tenho uma tendência inata a falar sem filtros, o que já me trouxe alguns dissabores (independentes do blog). Às vezes para mim é difícil ter o que dizer no blog, porque sinto que aquilo que me ocupa a mente não deve ser lá exposto. Mas assim também comprometo a espontaneidade e o próprio propósito do blog. Enfim, difícil de gerir... :)

Rita G. disse...

Louise,
é verdade, é preciso ter cuidado com o que dizemos...se queremos "deitar tudo para fora" no blogue é melhor mesmo manter o anonimato! Sei que há pessoas que já foram prejudicadas a nível profissional porque criticaram chefes e colegas no facebbok ou em blogues. Há que ter consciência que o que aqui escrevemos pode chegar a qualquer pessoa! bj:)

pink poison disse...

Assino por baixo

Enviar um comentário

Agradeço desde já tudo* aquilo que o diabo dentro de ti possa ter para dizer...

*excepto tudo aquilo que o diabo dentro de mim não concordar

Related Posts with Thumbnails