Bla Bla Bla

Qual a pessoa que não gosta de dar o seu bitaite? E é impressionante a quantidade de bitaites que uma só pessoa tem para oferecer de graça – até porque não conheço ninguém que peça bitaites de livre e espontânea vontade.
E os bitaites surgem, especialmente, quando alguém acha que já viveu determinada situação e que isso a torna num supra sumo da batata.

“Ah eu já passei por isso! Isso agora vais ver como elas te mordem! E vai ser assim e assado, e frito e cozido. Eu sei!!!”

E claro, ao fim de milhentos bitaites de milhentas pessoas, já estamos um pouco saturados – e eu em particular ao fim de dois ou três já estou com vontade de esganar.

Claro que os conselhos são sempre mais do que bem vindos, mas as teorias da batata e as comparações inúteis e despropositadas dispensam-se por completo. E será assim tão difícil as pessoas compreenderem que cada caso é um caso, cada pessoa é diferente e cada experiência única?

8 Diabruras:

Vera, a Loira disse...

Pelos vistos sim, é mesmo difícil.

Rita G. disse...

Faz ouvidos de mercador! É a melhor solução para essa gente que pensa que sabe tudo. bj:)

Nokas disse...

Não vale a pena dar ouvidos...ignora!

Ulisses disse...

É, é mesmo dificil...

...se um mais um são dois, e se na situação A me aconteceu B, então a ti, na situação A terá de acontecer B...
...ou então 1 + 1 não são 2...

(na realidade podem ser 10, por exemplo, basta mudar um pouco a perspectiva...)

:)

Patife disse...

Eu gosto muito de mandar bitaites. E é assim que elas me mordem. ;)

M. disse...

Não dou. Não arrisco por ninguém.

menina fê disse...

concordo,
uma situação nunca é igual a outra. cada um que se resolva, não há manual de instrução!


bjs meus

Sofia disse...

Eu acho que é algo tão português...
Beijinhos e bom feriado

Enviar um comentário

Agradeço desde já tudo* aquilo que o diabo dentro de ti possa ter para dizer...

*excepto tudo aquilo que o diabo dentro de mim não concordar

Related Posts with Thumbnails