Um dia destes...

O diabo impele-me a olhá-lo nos olhos e dizer-lhe que se foda. Que tire as patas asquerosas de cima de mim, que não ouse sequer voltar a tocar-me ou tão pouco respirar dentro do meu espaço pessoal. O diabo dentro de mim atiça-me o sentimento de que os meus 5 dedos marcados nas trombas dele seriam uma sensação quase orgásmica.
Detesto que me toquem com a falsidade da pretensa ingenuidade e inocência de um acto cordial. Odeio e fico completamente irracional e incapaz de pensar devidamente.
Obrigo-me a respirar fundo 3 vezes e a não deixar que o diabo me comande. Opto pela racionalidade, apesar normalmente me arrepender sempre de não dar largas àquilo que realmente desejo fazer. E acabo sempre a perguntar-me como raio é que ele, ou outros como ele, se julgam com tamanho direito.
Eu não o faço! Eu não lhe toco, nunca lhe toquei e nunca o farei. E inevitavelmente sei que talvez seja isso que na realidade ele quer, o que me repugna cada vez mais e mais a cada toque pseudossocial com que me brinda.

E apesar de agir de forma relativamente apática, o meu olhar mostra-lhe o diabo que há dentro de mim e tudo aquilo que ele me incita a fazer mas que as regras do meio em que me encontro não me permitem.
E estou convicta de que ele já percebeu. Se não percebeu, ou se opta por fingir não perceber, sujeita-se a ter surpresas… desagradáveis surpresas.

Está avisado.

Pic daqui

12 Diabruras:

Me disse...

Mas esse fulano não desiste? Será possível tamanha de invasão de espaço? Daquilo que é pessoal e que portanto é teu e quem decide com quem e quando o partilhar és tu!

Mas qual foi a parte que o dito ainda não entendeu?

Lança-lhe mais um olhar... e depois lança-lhe um belo estalo que é o que ele está a pedir!

Vera, a Loira disse...

Às vezes é mesmo isso que nos apetece, tomar atitudes, mesmo quando não nos é permitido.

Louise disse...

Me, também ainda não percebi que parte é que o tipo ainda não percebeu.
If only I could...

Vera, e depois há um dia em que rebentamos...e o meu já estava mais longe.

Queen of Hearts disse...

E que bem avisado está. E se não entender... penso que os cinco dedos marcados na bochecha farão chegar a mensagem. :)

Vontade de disse...

Vivo uma situação semelhante com alguém que julgava minha amiga. E Deus sabe como me controlo...

Sofia disse...

E eu que normalmente detesto confusões e cenas que tais tb digo que o que o homenzinho precisa é de um valente estalo.
Apre que é chato e parvo e tudo o mais!
Bjs

johnny disse...

Os homens não percebem, porque geralmente não querem perceber... Nós pensamos sempre que tudo o que vocês, diabos, fazem tem uma explicação e essa explicação é a que nós queremos. Se ignora, é porque sente alguma coisa, se se zanga é porque sente alguma coisa, se bate é porque sente alguma coisa... e por aí fora.

Roxanne disse...

avisado! :)

Chokkie disse...

É assim mesmo, temos de nos impôr e mostrar de que fibra somos feitas caso contrário abusam. Realmente um belo estalo era bem assente, às vezes também fantasio fazer isso e acalma...apenas um pouco:)

Ulisses disse...

E, no entanto, não é curioso o facto de que foi o próprio diabo que nos ofereceu a racionalidade e nos fez por de lado o mero animal?
Se calhar tens mesmo de fazer o que te apetece. Se ele não percebe com subtileza, ...

:)

Osga disse...

Por acaso não trabalhas aqui ao pé de mim pois não?!

É que ando com vontade para bater numa certa pessoa :D

MRPereira disse...

Nada que um estalo no trombil não resolva... Realmente há gente muito abusadora!!

Kiss

Enviar um comentário

Agradeço desde já tudo* aquilo que o diabo dentro de ti possa ter para dizer...

*excepto tudo aquilo que o diabo dentro de mim não concordar

Related Posts with Thumbnails